Blog - Momento Kulzer

4 dicas para gerir o seu fluxo de caixa

Dica Extra: Planilha gratuita para gestão do seu fluxo de caixa

Você sabe se o seu consultório ou laboratório de prótese está gerando lucro ou prejuízo?  

Sabemos que com a correria do dia a dia, muitas vezes você não consegue ter uma visão clara da real situação financeira do seu negócio.  

Para evitar surpresas desagradáveis, comece hoje a controlar as suas receitas e despesas. Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre fluxo de caixa. Porém, é muito comum pensarmos que isso é feito somente em grandes empresas. Se você pensa assim, está enganado. Você pode iniciar ainda hoje o seu fluxo de caixa.  

O fluxo de caixa, é que uma ferramenta de controle das contas do seu negócio, mas a melhor notícia é que ela é muito simples de se fazer. Sem precisar de muito esforço, você pode começar facilmente e extrair informações valiosas, além de proporcionar mais controle das suas despesas. 

Preparei uma sequência de dicas que ajudaram você a iniciar o seu controle financeiro:   

  1. Não misture as suas contas pessoais com as contas do seu negócio

Um erro muito comum é misturar as contas do consultório ou laboratório com as contas pessoais. Se você não faz essa separação das contas, você não sabe exatamente quanto ganha, quanto gasta com a gestão do seu negócio e na sua vida pessoal. Isso distorce o seu fluxo de caixa. 

Uma recomendação é estipular um pró-labore fixo e mensal para você: Inclua esse valor como despesas com pessoal. Afinal, o que é pró-labore? Significa “pelo trabalho” em latim. Ele é a remuneração que o sócio recebe pelo trabalho executado dentro da empresa, ou seja, como se fosse o seu salário mensal. Assim, você garantirá um valor fixo mensal e não terá que mexer nos lucros do seu negócio para pagar suas despesas pessoaisEvite também criar o hábito de “socorrer” o consultório com a sua conta pessoal, buscando, em vez disso, melhorar o seu controle financeiro para que esses problemas não aconteçam.  

  1. Separe entradas e saídas de dinheiro

O primeiro passo é separar as entradas de dinheiro no caixa (recebimentos de consultas, dos planos de saúde, de procedimentos, etc.) e quais delas são saídas de dinheiro do caixa (pagamento da conta do aluguel, água, luz, telefone, salários, etc.).  

  1. Faça projeções financeiras

Quando você tem controle sobre as entradas e as saídas, você passa a visualizar se você está tendo lucro mês a mês. Desta forma, você poderá planejar e ter uma projeção financeira de médio e longo prazo do fluxo de caixa. Com isso você terá condições de tomar decisões importantes quanto ao seu fluxo: 

  1. Como você deve negociar os prazos das transações (pagamentos/recebimentos) do seu consultório para que não corra o risco de ficar com o caixa negativo em algum mês; 
  2. Prever os seus gastos no futuro e antecipar possíveis necessidades, poupando dinheiro para pagá-las, minimizando os riscos em ter que solicitar empréstimos bancários ou cheque especial. 

Isso é um dos maiores benefícios do fluxo de caixa, pois ele te trará inteligência para saber se você precisa fazer mais consultas, reduzir o atendimento por convênios e até planejar suas férias. Todas as suas decisões passam a ser pautadas em dados, te dando a tranquilidade de saber que o seu negócio possui saúde financeira para os próximos meses.  

  1. Controle o financeiro na prática

E como bônus: Preparamos uma planilha simples de controle do seu fluxo de caixa. Utilize esse o modelo, para que você já possa implementar esta ferramenta em seu dia a dia e perceber seu valor na prática. 

Entretanto, este é apenas um modelo, você pode renomear as contas de acordo com a sua necessidade, de um modo que fique mais prático e funcional para você. 

Uma dica importante é não deixar de inserir as informações de forma periódica, pois você poderá se perder no controle e por final desistir de utilizar essa ferramenta tão essencial. 

Mãos à obra e faça o seu próprio fluxo de caixa! 

 

Imagem do autor
ESCRITO POR

Eduardo Ideriha - Administrator de Empresas e Contador, especialista em Gestão de Empresas. É Gerente Financeiro da Kulzer há 8 anos.

Escreva um comentário

Cancelar resposta

5 Comentários

  • Carlos Bandeira Júnior - 1 semana atrás

    Bom dia. Excelente texto e planilha para gerenciar nossas finanças, já que nós Cirurgiões -Dentistas, temos dificuldades em administrar nosso próprio negócio. Parabéns!

    • Kulzer Brasil - 1 semana atrás

      Bom dia Carlos! Agradecemos o feedback e ficamos felizes em saber que nosso material poderá te auxiliar. Muito obrigado! 🙂

  • Dalton Eduardo Medeiros - 3 semanas atrás

    Agradeço as dicas e principalmente a planilha, irei tentar utilizar. Obrigado

    • Kulzer Brasil - 1 semana atrás

      Bom dia Dalton! Agradecemos o feedback e ficamos felizes em saber que nosso material poderá te auxiliar. A tentativa sempre irá valer! 🙂

  • Regiane Marton - 3 semanas atrás

    Adorei o texto e as dicas!