Blog - Momento Kulzer

Brilho Especular

Todos os profissionais que utilizam resinas compostas em seus trabalhos estão familiarizados com o fato de haver a formação da camada de inibição por oxigênio, também conhecida como camada de dispersão, na superfície restaurada. A consequência disso: superfícies que não são bem polidas podem resultar na rápida formação de placas e, portanto, à descoloração precoce. Isso normalmente gera frustação tanto para o paciente quanto para o cirurgião-dentista. Como profissionais da odontologia, esta é a última coisa que desejaríamos.

Volker Kannen conta como contornou a situação para alcançar o verdadeiro “brilho especular”: usando o isolante Signum Insulating gel que bloqueia a restauração do contato com o oxigênio atmosférico. Com este “gel protetor” para trabalhos em resina composta indireta qualquer pessoa pode conseguir uma superfície restauradora, com seu brilho é preservado. Este procedimento também é útil se você quiser evitar que as pigmentações realizadas com as massas cre-active sejam removidas da superfície com o polimento ou se você tiver áreas difíceis de alcançar durante o polimento mecânico, por exemplo, em espaços interdentais.

VOLKER KANNEN

Truque Mestre da Volker Kannen, Consultor Técnico da Kulzer

  • Figura 1
  • Figura 2
  • Figura 3
  • Figura 4
  • Figura 5

1 – Após modelar a forma final da restauração com as massas de dentina e incisal, o trabalho é fotoativado durante 90 segundos no HiLite power 3D. Em seguida, a estrutura é trabalhada na superfície composta com pontas diamantes e ao mesmo tempo que é asperizada. A superfície é limpa para remover qualquer resíduo.

2- Agora o Signum liquid é aplicado e deixado agir por cerca de 30 segundos. Desta forma, as cargas expostas e a matriz monomérica são molhadas de forma ideal.

3- Finalmente, deve-se recobrir a superfície com a massa OT1 transparente do conjunto Signum Matrix, com uma espessura tão fina comparável ao glaze aplicado nas cerâmicas. Opcionalmente, pode-se fazer um leve movimento de vibração para distribuir o OT1. O melhor é que a resina ainda não polimerizada está lá na superfície e o técnico pode trabalhar texturas elaboradas com o seu pincel. Entre as camadas que vão ganhando a texturização pode-se pré-polimerizar, ou seja, enrijecer a superfície, para facilitar o trabalho, por cerca de 10 segundos. Usando o aparelho fotoativador universal HiLite 3D, o trabalho é então polimerizado entre as camadas por 90 segundos para “fixar” o desenho final da superfície.

4- Agora, finalmente o Signum Insulating gel é aplicado em uma camada de aproximadamente 5 mm sobre o trabalho para cobri-lo. Desta forma, a superfície não é exposta ao oxigênio atmosférico. Este é o pré-requisito para a obtenção uma qualidade de polimerização uniforme. A polimerização final de 180 segundos é feita no HiLite power 3D. Depois disso, uma grande parte do gel pode ser colocada para um frasco de armazenamento com o uso de um instrumento. Assim, o custo do material pode ser mantido muito baixo. O gel isolante restante é lavado sob água corrente. Uma superfície brilhante já é visível.

5- Finalmente, um polimento de alto brilho com a escova Mepol (do kit de acabamento – Tool Kit) e Signum HP Diamond é tudo o que você precisa, o acabamento é fornecido pelo polidor de alto brilho Hipol. Por último, deve-se limpar debaixo d’água com uma escova ou em um dispositivo ultra-sônico (sem evaporação). Desta forma, o trabalho é capaz de mantém seu brilho.

Escreva um comentário

Cancelar resposta

Senhor Jesus