Blog - Momento Kulzer

Diferença entre as tecnologias de impressão 3D

A impressão 3D permite que o técnico em prótese dentária produza de forma automática trabalhos odontológicos em material polimérico, mas qual tipo de técnica de impressão atende melhor às exigências do laboratório de prótese ou consultório odontológico?

Existem várias tecnologias de impressão 3D disponíveis no mercado. Contudo, apenas a estereolitografia, com suas duas principais tecnologias:  SLA Laser (principalmente conhecida como SLA) e Digital Light Processing (DLP), oferecem a gama de aplicações capazes de melhor de forma mais completa as aplicações odontológicas. Ambas as tecnologias usam uma fonte de luz específica para fotopolimerizar as resinas que produzem os diversos trabalhos de aplicação odontológicas.

COMPARAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE IMPRESSÃO 3D

Tecnologia SLA 

ESCANEAMENTO POR FEIXE DE LASER

O laser constrói camadas através da fotopolimerização resina líquida, pixel por pixel.

   

Tecnologia DLP

PROCESSAMENTO DIGITAL DE LUZ

O feixe de luz polimeriza toda a camada de pixels da resina líquida em um único passo.

 

1º Round: VELOCIDADE

  • SLA: Polimeriza um único pixel por vez.
  • DLP: Ilumina a camada completa, polimerizando todos os pixels da mesma camada simultaneamente.
  • Resultado: A velocidade de construção das camadas é muito mais rápida com a tecnologia DLP do que com o SLA. A maioria dos trabalhos impressos são finalizados em menos de uma hora.

 

2º Round: PRECISÃO

  • SLA: Se move continuamente sobre a camada, com um diâmetro de 0,14 mm.
  • DLP: Cria imagens de pixels quadrados com uma largura de 0,05 mm – cerca de 2,6 vezes menor do que um diâmetro de laser típico.
  • Resultado: a impressão com SLA gera menos arestas, mas não consegue reproduzir detalhes precisos.

 

3º Round: RENTABILIDADE

  • SLA: Está disponível por um preço menor do que o DLP ou outras tecnologias de impressão.
  • DLP: Retorno financeiro do investimento é mais rápido, uma vez que sua velocidade de construção é extremamente alta e reduz a carga horária geral de produção.
  • Resultado: A longo prazo, o DLP é a opção mais lucrativa. Tanto o DLP quanto o SLA competem bem com baixo consumo de material e pequenos investimentos em comparação com outras tecnologias de CAM.

 

APRENDIZADO

Ambas as técnicas são muito eficazes para impressão 3D. Onde, precisão, detalhe, tempo e rentabilidade são mais importantes, uma impressora DLP é a melhor escolha.

Visite o website www.kulzer.com.br/cara-print para saber mais sobre a tecnologia de impressão 3D.

 

VOCÊ SABIA?

  • Na impressão 3D, a distância entre a fonte de luz e o plano de projeção define o tamanho do ponto de pixel ou laser. Esta resolução XY é normalmente fixa no sistema da impressora.
  • A resolução Z determina uma única camada do objeto impresso. Uma resolução Z comum é de 0,05 mm, mas pode ser ajustado dependendo para que o objeto será usado. Quanto mais fina a altura da camada, mais lenta a velocidade de impressão, porém melhor são os detalhes.

Conheça a impressora 3D cara Print 4.0:

Você também pode gostar

Escreva um comentário

Cancelar resposta

Senhor Jesus